Era uma vez 15 amigos (ou melhor: amigos e amigos de amigos) que resolveram sair de SP pra aproveitar o feriado prolongado do aniversário da cidade até aí tudo bem... 15 pessoas sem a mínima noção do que levar pra uma trilha (mochilas com 500kg certamente não são uma boa escolha), sem um guia e sem procurar no santo google relatos/fotos/dicas de quem já tivesse feito essa bonitinha (até hoje eu não sei porque não usava tanto o google em 2010). Poderia ser uma história de terror que termina em um desastre terrível, mas foi só a minha primeira viagem vid@ lok@ style, que foi cheia de perrengues (nenhum muito grave, obrigada Deus), paisagens maravilhosas, dores, e o meu "estalo" na vida de: cara, eu gosto mesmo de viajar apesar de ter voltado pra sp e ir direto pro hospital. Hoje vou compartilhar aqui a parte I dessa loucura toda de viagem e tenho certeza que esse post vai ficar GIGANTE.

A Praia do Bonete é mais uma das praias espetaculares que existem e SP e quase ninguém conhece. Ela fica em Ilha Bela (litoral norte), e basicamente, você chega na ilha e segue pro lado sul eternamente. Na época que nós fomos, nós sabíamos que tínhamos chegado na trilha quando pra frente só tinha uma estradinha de terra, e do lado direito um restaurante (chamado Nova York) pra deixar os carros e seguir (pode ser que agora tenha mudado). Pra chegar em Bonete, só há duas formas: por uma trilha de 12km ou por barco/lancha/nadando (caso prefira). Descobrimos essa praia por um amigo nosso, ele nos falou por cima sobre a trilha que pareceu BEM mais tranquila com ele contando e disse que valeria a pena. Então nós partimos.


Essas primeiras fotos são ainda na balsa. Nós saímos daqui de SP de madrugada e chegamos antes do sol nascer em São Sebastião, aonde esperamos um pouquinho pra pegar a balsa e seguir viagem.

Começamos a trilha às 6 da manhã (guardem esse horário). Depois da primeira subidona já estávamos cansados feat acabados. Mal sabíamos o que ainda teria pela frente. Nessa hora eu lembro de todo mundo falar: "se estamos indo pro mar, por que estamos subindo tanto?". Tô rindo aqui agora lembrando disso, acho que essa foi a subida mais leve de todas, hahahaha. Sabiam de nada, inocentes! 

A primeira cacheira que passamos e a única que tenho fotos foi a Cachoeira da Laje. Eu lembro que foi um alívio conseguir chegar nela e beber água (nessa hora, as nossas já haviam acabado). E adivinhem quem tomei um capote ali? Pois é (foi o primeiro do dia). O nosso maior problema com essa trilha foi pela época em que fomos: janeiro = chuvas no final da tarde = trilha toda cheia de lama = tombos maravilhosos e bunda doendo. Ela é cheia de subidas e descidas bem íngremes o que já dificulta bem (vejam por essa foto maravilhosa em que estou quase caindo), e pra ajudar, estávamos com malas muito pesadas (eu parecia um entregador de pizza) e com tênis péssimos pra isso (o meu escorregava demais), levei muitos tombos, até que desisti e resolvi descer as pedras de bunda mesmo, porque, né?. 

A trilha tem espaços bem abertos em que dá pra andar tranquilamente e outros muito estreitos (um passo pro lado e você caí no penhasco, tipo isso). Apesar desses problemas, ela é muito bem marcada, não tem como se perder (era só o que faltava também), e a maioria dos nossos problemas não teriam existido se tivéssemos: 1- pesquisado antes sobre as condições da trilha (ainda mais por ser época de chuva); 2- levado menos besteiras na mala (além de uma mochila apropriada); e 3- usado sapatos apropriados!

Todo o nervoso e cansaço desapareceu quando (depois de horas em mata fechada) tivemos essa vista maravilhosa do mar <3 Nisso, eram mais ou menos 4 da tarde (sim, pois é). Já havíamos passado por umas 10 cachoeiras (depois da 5a já tinha perdido a graça), vimos uma cobra, ouvimos barulhos estranhos no mato, vimos MUITAS borboletas (muitas mesmo) e um lagarto gigante que desencadeou a minha melhor lembrança de risadas dessa viagem. "Karine, cuidado, é um lagarto"/ "Ok, o que eu faço?" / "Segue devagar, se ele ficar parado e te encarando, ele vai atacar" / "E como (WTFFF) lagarto ataca?!?!?!?!" / "Ele vem correndo atrás de você e dando rabada" / 3a pessoa cansada feat indignada ao fundo: "MAS ERA SÓ O QUE ME FALTAVA! LEVAR RABADA DE LAGARTO ESSAS HORAS!". No final, o coitado do lagarto deve ter ficado com medo e seguiu a vida.

Depois disso, passamos por cima de rios por troncos de árvores (sim, a la Indiana Jones). andamos mais uma hora e meia (chegando a quase 12 horas andando, sofrendo, caindo e se irritando), pra finalmente chegar na praia. Essa trilha foi a maior superação da minha vida até hoje, deve ser por isso que apesar de todo o sofrimento, eu gosto de lembrar dessa viagem. E pela superação, pela força, pelo cansaço, pelas historias que posso contar por causa dela e por tudo, acho que valeu a pena (mas não faria tudo isso de novo, viu migos? Uma vez só tá bom! Agora só de barco, haha).
-
A segunda parte que ainda tem perrengues, fica pro próximo post.
Esse aqui já tá muito grande, socorro! Beijos =*
PRA CONFERIR A SEGUNDA PARTE DA TRIP DOIDA VEM AQUI

24 comentários

  1. migs, arrazou no lay! ficou a sua caraa.
    Yes, objetivo alcançado.


    Sobre o post, tenho um pouco de medo de trilhas e da canseira que ela da hahaha

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeee, obrigada <33333333

      Ah, tem umas que são bem cansativas mesmo (tipo essa, haha). Mas tem outras menores que tb valem a pena pela vista/experiência

      Excluir
  2. Que lugar maravilhoso, aposto que valeu a pena, com certeza!
    Adoraria fazer uma trilha, sumir um pouco, sério.
    Mas, não acho ninguém companheiro e disposto a fazer isso comigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lá é incrível, valeu a pena (apesar dos perrengues) só pelo prazer de ter essa vista, haha. Ahhh, olha... Acho que vale tentar viajar sozinha (pra um lugar que seja seguro, não tão complicado de chegar e etc). E caso não queira, tem uns grupos de mochileiros no fb em que as pessoas super se empolgam em fazer essas coisas, hahah (mesmo sem se conhecer!!!) pode ser uma boa :)

      Excluir
  3. Que lugar lindo! Eu já fiz trilha na época de chuva e foi bem difícil também, mas pelo que li a minha foi bem mais curta que a sua hehe.
    Beijos

    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Época de chuva é muito ruim pra essas coisas =/ hahaha

      Excluir
  4. Que lugar lindo, parece ter sido muito bom, fiquei até com vontade de ir agora *-*

    ótimas fotos, estou te seguindo

    beijos

    aestranhanoparaiso.blogspot.com.br
    Instagram: @aline_bianca

    ResponderExcluir
  5. Lindo mesmo... sou do DF e quanddo falam de litoral em SP eu só sei a Praia Grande e Santos.É bom saber que existe outros lugares bonitos assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem um monte de lugar lindo (e quase desconhecido) por aqui :)

      Excluir
  6. Meu Deus do céu Ka, que vencedora vc. Eu não iria NUNCA numa trilha dessas, sou muito molenga e chorona! hahahaha mas a vista com certeza valeu a pena, to apaixonada daqui <3 beijos

    ResponderExcluir
  7. Cara adorei sua trilha vid@Lok@ life style com seus amigos. Eu amo essas coisas de desvendar trilhas e tal. Mas confesso que eu não sei se teria tanto pique assim pra ficar mô tempão carregando peso nas costas hahaha. Mas acho que quando começa é dificil voltar atras ne ?! Tipo aquela frase "ta na chuva é pra se molhar" ou "ajoelhou tem que rezar", começou tem que ir até o final.
    E a recompensa foi maravilhosa !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, depois de todo o sofrimento nós pensamos que deveríamos ter mandado as malas via barco com duas pessoas e o restante ir pela trilha. Teria sido MUITO mais tranquilo sem todo o peso. Mas enfim, coisas que a gente só pensa depois que já passou, né? Hahahahaha E depois que começa é impossível voltar, ainda mais depois de muito tempo andando, haha. Mas, apesar disso, a recompensa foi incrível mesmo <3

      Excluir
  8. Ri muito com seu relato de primeira viagem! Aliás, adoro seus textos, são sempre muito engraçados e gostosos de ler.
    Ahh, as fotos também ficaram ótimas =D

    Blogdeaventuras.com♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Mary, que bom que você gosta dos meus textos (que são sempre enormes, hahaha).
      Fiquei muito feliz <3333

      Excluir
  9. Aaaaaaah! Estava achando o post tão divertido... kkk ri muito com os perrengues inciais kkk aguardando a segunda parte! Tenho muita vontade de fazer trilha... falta coragem!

    www.organizador-de-memorias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha, logo logo coloco a continuação aqui!
      Que bom que gostou <3333

      E faça simm, vale muito a pena! (mas escolha uma mais leve de preferência, haha)

      Excluir
  10. Que lugar lindo *o* visita meu blog por favor http://morenabranquela.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Hahhahaha Ameeeeeeeeeeeeei esse relato, Kah! Ri demais aqui 'parecendo um entregador de pizza'. O melhor de tudo é você lembrar com muito bom humor e vir aqui contar pra gente nesse post divertido. E que lugar lindo viu, dá pra imaginar que valeu a pena chegar e ver toda essa beleza aí. Veja pelo lado bom também, dá proxima, você já vai fazer diferente e evitar os perrengues, errando que se aprende! :)
    ps: adorei também o título 'trilha & tretas' haha xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA, simmm.. esses erros não serão repetidos novamente!!! Valeu muito a pena, virou tipo uma história pra contar pros netos, hahahahah. Que bom que gostou <3333

      Excluir
  12. Que lugar incrível!
    Faz tempo que estou com vontade de fazer trilha, sabe.
    Parabéns pelas fotos, arrasando como sempre!

    ResponderExcluir

// os comentários são moderados & serão respondidos (quase) sempre
// sobre spams: not today, satan!
// obrigada pela visita ❤

Contact

@KARINEBRTT