festa das cerejeiras no parque do carmo

24.6.15


O inverno chegou e com ele chega também uma das minhas festas preferidas aqui de SP, a Festa da Cerejeiras <3. Pra quem não conhece, essa é uma festa japonesa que geralmente acontece no primeiro final de semana de agosto (que nesse ano de 2015 cai do dia 31/07 até 01-02/08) no Parque do Carmo, que está localizado no bairro da Itaquera, Zona Leste da capital.



A festa é gratuita e além da contemplação das flores que estão lindas & maravilhosas, o local é cheio de comidinhas típicas: temaki, yakissoba, combinados de sushi, docinhos estranhos - e também tem coisas mais comuns, como pastel, sorvete, açaí e enfim (os valores são até que ok). Também rolam apresentações de dança e músicas folclóricas japonesas, e é normal ver vários cosplays bonitinhos passeando pelo local, como se você estivesse dentro de um anime! HAHA. A florada das cerejeiras só acontece nessa época de agosto e dura poucos dias, então anualmente a comunidade japonesa do local pratica o Hanami, o ritual de se sentar sob as cerejeiras e contemplá-las. Coincidentemente, a Suemi falou sobre isso lá no blog dela também, a ~pequena diferença~ é que ela fez isso no JAPÃO! #sonho. Pra conferir esse post lindo e cheio de sakuras maravilhosas só clicar aqui (observem o quanto minhas fotos serão humilhadas, RISOS).

Eu costumo ir todo ano nessa festinha e adoro demais! Eu adoro a cultura japonesa, adoro sakuras, adoro natureza e adoro comer, quero mais o que nessa vida, né? Então vou deixar aqui umas diquinhas de como chegar na festa e como aproveitá-la melhor!

PRA CHEGAR NA FESTA
Esse ano o evento começa na sexta-feira, dia 31/07, o que é maravilhoso pra quem pode ir durante a semana, porque provavelmente estará muito mais vazio. Agora, se você vai no sábado ou domingo (dia 01 e 02/08) indico que chegue cedo! O evento começa as 9h00 e vai até as 17h00, mas se você chegar muito tarde, corre o risco de ter acabado a maioria das coisas gostosas pra comer (todo mundo é que nem eu e vai pra comer, né? #vaigordinha). Ano passado aconteceu isso comigo, eu fui no sábado a tarde com minhas primas, acho que chegamos lá as 15h30 e em alguns lugares a comida já tinha acabado. Porém, fui novamente no domingo com azamigas (reparem que amo muito mesmo) e além de mais vazio pra andar e curtir a festa, as opções pra ser feliz gastronomicamente falando eram bem maiores.

Além disso, a avenida do parque durante a tarde fica com MUITO transito. Aliás, se prepare pra pegar transito de qualquer jeito (a menos que vá andando nessa parte do percurso), porque nos dois dias sempre fica meio complicado por ali. Se você vai de transporte público, o metro mais próximo é o Corinthians Itaquera e há boatos de que saem ônibus gratuitos para o evento dali (como faço outro caminho não posso confirmar). De qualquer forma, de lá saem várias linhas de ônibus que passam pelo local, só dar uma perguntadinha.

Quando você chega no parque (e ele é enorme) eles também disponibilizam uma van que faz o transporte gratuito da entrada principal até a região onde acontece a festa. Caso prefira não pegar essa filinha, você vai dar uma caminhadinha pelo parque de uns 10-15 minutos, nada demais. Um pequeno fato sobre mim: quando eu tinha 7 anos me perdi dos meus pais nesse parque, fiquei mais de 3 horas andando sozinha procurando por eles, até que cheguei em um lugar onde não tinha quase ninguém e comecei a chorar loucamente (o parque se encontra com a mata fechada do SESC Itaquera). Um casal me encontrou e me levaram até um posto de atendimento, o que foi muita sorte, pois já eram quase 18 horas e o parque fecha esse horário. Se não me achassem só retornariam as buscas no dia seguinte MEDO. Quase morri chorando quando encontrei com meus pais, eu lembro da memória exata e até um pouco da fisionomia do casal que me achou... Depois disso eu só voltei a frequentar o parque com uns 15 anos (ou seja, uns 8 anos depois, haha).

PRA LEVAR
- Canga ou toalha: depois que pegar sua comidinha, procure no meio da multidão uma cerejeira disponível, coloque a canga lá, sente e seja feliz comendo e eventualmente sentindo umas flores caindo sobre você quando bater o vento (ai gente, é tão lindo <3).
- Dinheiro/Cartão: as barraquinhas que fui aceitavam cartão de débito, mas vai que... melhor levar uns dinheirinhos trocados!
- Roupa e sapato confortável: é um bosque, pelamordedeus, nada de salto! (já vi gente fazendo essa proeza lá). Você vai andar na grama (afinal, é um parque), vai sentar no chão, não precisa explicar muito, né?
- Câmera fotográfica: pode levar e seja feliz! Eu só tinha o meu celular nessa época e fiquei morrendo de inveja das pessoas fotografando lindamente por lá. Mas lembrando que é sempre bom ficar atento.

Ano passado eu dei de cara com o prefeito de São Paulo por lá, o Hadadd. Na verdade, eu quase tropecei em cima dele (esse meu jeitinho fofo). Ele estava cercado de fotógrafos, eu tirando fotos e olhando pro alto, quando olhei pra frente lá estava um ser que eu sabia que conhecia mas não lembrava de onde, e aí... OLHA, É O PREFEITO, HAHA. A festa é bem cheia, como eu já disse, e acho que cada ano fica mais. Sempre bom levar a paciência (ainda mais nesses lugares cheios de crianças) e o bom senso, não seja o tipo de gente que deixa o lixo na graminha (ok, obrigada).

Pra terminar esse post: eu sendo japonesa no meio das cerejeiras, tipo Japão, só que em Itaquera. Observação pra esse dia em que até o Japa que estava fazendo Sushi veio perguntar se eu era mestiça (masgente?). Sempre me chamavam de japa-fake, mas até aí eram brasileiros, quando Japoneses originais te perguntam isso é porque o negócio é sério, né? Hahaha. Espero que tenham gostado do post e quem estiver por SP nessa época, vale muito dar um pulo até o parque. Pra confirmar sua ida, aqui o link pro evento oficial no facebook.

BEIJOS!

43 comentários

  1. cultura japonesa não costuma chamar minha atenção mas essa festa das cerejeiras com toda certeza tá na minha lista de coisas pra participar ♥ que lugar lindo :)

    (sei qualé a sensação de se perder num parque quando criança e ter a graça de aparecer um casal pra salvar a gente naquele pior momento da vida)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É lindo mesmo e curtir a vista sentadinha na grama e olhando as flores é muito amor ❤

      E sério que já passou por isso tb? É tenso né! Axo que lembro tão bem dessa memória (mesmo que tivesse só 7anos) pelo trauminha que eu fiquei na época, haha. Tenso.

      Excluir
  2. Eu não sou louca por coisas do Japão, mas a comida e as cerejeiras são demais mesmo! Lembro de um ano em que fui numa festa de cultura japonesa porque o meu namorado na época gostava. As comidas estavam deliciosas e tinha umas barraquinhas com coisas muito fofas pra vender! Nunca esquecerei do tempura que comi lá!

    ResponderExcluir
  3. Gente, que máximo isso! Pegar uma comidinha, forrar um paninho no chão em baixo de uma cerejeira e aproveitar tudo <3 Queria que por aqui tivessem eventos assim também :( E as fotos ficam lindas deeeemais, com certeza rende ótimos cliques! E que chique barraquinhas que até aceitam cartão hahahahaah, por aqui tem isso não! Beijosss!
    www.amandapaduan.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huahaua, muita modernidade! E é uma delícia, esse ano pretendo tirar umas fotos mais bonitas ❤

      Excluir
  4. Nossa Kah, é tão bonito. Já ouvi falar nessa festa algumas vezes, e queria saber se ela tem aqui no Rio também, no jardim botânico. Confesso que sou bem desatenta com essas coisas, só fico sabendo quando me contam, mas é super legal ver essas fotinhas e eu amei esse ritual, afinal, coisa bonita foi feita pra se admirar né? Beijinhos <3
    Bomba de Morango

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tiver alguma coisa vai ser agora pelo inverno, dá uma procurada :)

      Excluir
  5. Ka, eu sempre me pergunto internamente se vc é mestiça.... HAUSIAHUSIAHS SERIO. Lindas as sakuras, queria ver uma ao vivo. Quem sabe um dia ne? Aqui em londrina tem muita cidadezinha proxima que é colonia japonesa então a gente tem mts ~japas~ por aqui, só n tem as sakuras :( E que traumão esse se perder dos pais e quase dormir no parque ehein??? Crrrruuuzes. Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HUAHUAHUA tá vendo, n é só vc! e é, tenso. trauma de infância, hahahaha

      Excluir
  6. Que lindo, adoraria participar! Parece ser bem bacana além de proporcionar um contato com a natureza. Amei as fotos e a proposta da festa.

    Preserve Suas Raízes | Fã Page

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que lindas as cerejeiras! Queria muito ser de SP nesses momentos. Mas aqui em brasília a gente tem ipê, é um pouco parecido hehe :) Beijos

    http://senhoritadeallstar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha verdade, tem uns ipês lindos ai!

      Excluir
  8. Eu sou uma pessoinha que a-do-ra cerejas, e as cerejeiras se incluem nesse pacote. Esse ano eu prometi pra mim que vou no festival, todo ano eu penso em ir mas esqueço. hahaha :(
    Vou ser a doida das fotos lá! hahaha
    Se você for, vamos combinar de se encontrar?

    Beijo!

    www.wewant.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vaaaaaamos sim, mas eu pensei que você não morasse em sampa!!! hahahahaha eu ainda não sei exatamente o dia que eu vou, mas te aviso!

      Excluir
  9. Ain <3 Quando você falou que queria fazer hanami, eu ainda pensei em sugerir o Ibira e o Parque do Carmo, mas você já fez vários hanami!!! ^^ É muito legal e mágico!!! Lá na USP, perto da Casa de Cultura Japonesa, tem algumas cerejeiras, mas pelo que me lembre ainda estão miúdas, mascom algumas flores! É bem mais calmo lá, então acho que dá pra fazer picnic tranquilo!
    Eu nunca fui nessa festa, desde que eu me mudei pra Sampa eu tento ir mas não consigo porque algo sempre acontece...
    Fiquei rindo aqui imaginando você tropeçando no Haddad, já fiz uma coisa parecida com o Palocci , eu derrubei shoyu nele... que vergonha...
    E tadinha de você perdidaaa... deve ser muito desesperador! Ainda bem que você perdeu seu trauma e voltou pra festa! <3
    Obrigada pelo link, haha! Ano que vem vou tentar ir, comprei um yukata só pra poder fazer hanami do jeitim japonês hahaha, ser´que a gente vai se ver?
    beeijos!

    https://lemonteaplease.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada como ser desastrada nessa vida, né? Sempre rende histórias, hahahahahaah. Clarooo que sim, ano que vem a gente combina <33333333333

      Excluir
  10. Nossa eu não sabia que em Itaquera tinha tantas árvores com flores de cerejeira assim, que lugar mais lindo, também quero foto assim! ~desejando estar em sp~

    Eu adoro essas festividades que comemoram algo do ocidente, eu amo bastante a cultura asiática, mas infelizmente, apesar de na minha cidade ter tanto comercio japonês/ocidental não acontecem festivais como esse :/ espero que no futuro aja, ou que eu possa ir pra esse em Sp mesmo haha :)

    http://www.leitecombiscoitos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim, todo ano! Tem muitos japas por ali, hahaha :)

      Excluir
  11. Que festa mais linda! ❤

    Aqui em Curitiba temos uma festa similar, digamos assim. Na verdade não é uma festa, mas três: são os matsuris e acontecem três vezes ao ano, por diferentes motivos. Tem o Haru Matsuri, que homenageia a primavera, o Hana Matsuri, do outono, e o Imin Matsuri, que é o da imigração japonesa. Acho que deu pra notar que eu adoro essas coisas, né? HAHA, adoro cultura japonesa e sempre me divirto bastante nesses festivais. E é a coisa mais linda quando as cerejeiras florem, fico encantada.

    E tuas fotos só me deixaram ainda mais saudosa das festas daqui! LINDAS!
    Beijo, Kah!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita, quanta festa <333333 é muito gostoso o clima dessas festas, né? não vejo a hora de chegar!

      Excluir
  12. Aqui em Curitiba também tem essa festa, eu adoro ir ♥
    Tem cada comida típica gostosa e é muito legal ver o pessoal dançando, cantando... Adorei as fotos!
    Tadinha de você que se perdeu dos seus pais, que dó :(

    http://heyimwiththeband.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trauma de criança esse, hahahaha. Ainda bem que ficou tudo bem <3

      Excluir
  13. Fotos lindaas! Adorei <3
    E primeira vez aqui! Ja me deixou encantada *-* Beeijos


    http://apequenaka.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Cerejeiraaaaaaas <3
    Ahh eu adorava essa época tb, sempre ia nos festivais também e amava.. como não amar também né? Eu lembro que já vi o Alckmin quando eu fui lá no Parque do Carmo pro festival hahahahah
    Adoro esses matsuris e sempre que podia tava em um! Tem um festival de cerejeira que eu adooooooro lá em Campos do Jordão, não sei se você conhece, se não, tenta dá um pulo lá, é muito legal tb.. e fora que né, dá pra dar umas voltinhas em Campos também! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita que eu não conheço Campos, que absurdo, né? HUAUHAHUAHAU assim que puder vou lá ver o festival e conhecer a cidade :)

      Excluir
  15. ai cerejeiras são lindas demais! quando eu morava em Friburgo, ia ao festival de lá também, voltava pra casa com um trilhão de fotos né hahaha

    ResponderExcluir
  16. gente, eu na fazia IDEIA que essa festa existia!!!! hahahahaha que sensacional! Eu ja acho o Tanabata Matsuri lá na Liberdade demais, imagina uma festa com flores de cerejeira!!! Que INCRÍVEL, sério! Achei suas fotos lindas e você realmente tá parecendo japinha na última foto! haahahha adorei, super legal essa dica de passeio e, meu deus, morri de dó da Kah de 7 aninhos perdida hahahahaha :(

    Beijos (:
    www.hamburguesinha.com.b

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito amor essas festinhas japonesas, aiai <3
      Obrigadaaaa e já vou atrás da minha parte japa da família, viu! HAHAHAHA

      Excluir
  17. Aqui em curitiba rola umas sakurinhas timidas, então essas aí deram um show <3 Fiquei morrendo de vontade de participar dessa festa. Mais lindo só no Japão, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Japão é muito sonho. Deve dar aquela sensação de "to num filme, isso aqui não deve ser real" hahahahahahaha

      Excluir
  18. estou ansiosa para ir esse ano :) perdi ano passado e fui apenas para ver as cerejeiras um dia da semana. E olha, mesmo sem festa, estava LO-TA-DO!

    http://www.caoscriativo.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita,não sabia que lotava assim sem a festa, hahaha. De qualquer forma vale a pena só pra ver essas lindezas, né? :)

      Excluir
  19. Morrendo de inveja aqui =(
    Acho cerejeiras as coisinhas mais lindas, sempre quis fotografar uma. Por enquanto me contento com essas fotos maravilhosas ♥ hehe
    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Quando li o título quase choro, pensei que já havia acontecido a festa e fiquei tipo "como assim? Como eu não fiquei sabendo? Como? oxi!" hahaha. Fui nos dois últimos anos, mas dias após a festa, quando a região das cerejeiras está mais vazio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falam que ir um final de semana antes tb é ótimo pq as flores estão lindas e lá está vazio, tô pensando em fazer isso nesse, levar umas comidinhas japas e fazer um piquenique ❤

      Excluir
  21. Eu queria que na minha cidade tivesse um lugar tão lindo e tão florido como ali. Mas aqui são mais árvores sem flores mesmo :P Sacanagem

    ResponderExcluir

// os comentários são moderados & serão respondidos (quase) sempre
// sobre spams: not today, satan!
// obrigada pela visita ❤

© coffee & flowers POR KARINE BRITTO