minha pentax k1000

14.2.16

Ou, Rory. Sim, coloquei nome na minha câmera. E _talvez_ as horas que passei assistindo a primeira temporada de Gilmore Girls nessa última semana tenham influenciado na escolha do nome, mas achei Rory super a cara dela ❤ Comprar uma Pentax K1000 ou uma Canon AE-1 estava na minha wishlist de fotografia desde agosto do ano passado, queria muito ter levado uma pra viagem, mas acabou não rolando (o que é uma pena). Aí passou o tempo e a vontade ficou de lado, até que chegou o natal e eu ganhei a fofinha da Trip 35 de presente (que é tipo uma câmera compacta, só que analógica) talvez eu faça post sobre ela mais pra frente, não sei. Enfim, com isso a vontade de ter uma SLR voltou e pensei em dar uma olhadinha nas galerias do centro pra saber o preço (já que iria lá pra comprar um filme pra trip)

Um dia antes da ida ao centro, eu e a Cláudia havíamos saído pra fotografar e pedi que ela falasse com o vendedor das outras câmeras analógicas dela (já que ele é de confiança, faz revisão nas máquinas antes de vendê-las e etc), mas ele avisou que a que eu queria (a AE-1) estava em falta, além de mais cara fail. Nisso nós duas começamos a conversar sobre câmeras, sobre a Pentax dela que estava lá na prateleira sem ser usada (prateleira essa que tem umas 10 câmeras analógicas pelo menos) e acabou que antes de ir pro centro eu já havia fechado a compra da Rory.


A Pentax K-1000 foi fabricada no Japão, na década de 70 e foi produzida durante 24 anos! É uma câmera SLR (single lens reflex) que utiliza filme de 35mm. A lente que veio nessa é uma 50mm com abertura máxima de f/2, e é bem legal usar essa lente 50mm nessa câmera. A minha DSLR tem sensor cropado (ou seja, cortado - menor do que 35mm) e quando uso a minha cinquentinha nela "perco" uma parte da imagem por causa do fator de corte. Já com essa analógica eu tenho a visão completa ~digamos~ de uma lente 50mm em uma câmera com sensor de 35mm (desculpaê se ficou muito complicado, hahaha).

Nessa câmera eu consigo controlar tudo manualmente: a abertura, a velocidade, o foco e o ISO (pelo que entendi até agora coloco na câmera o mesmo valor do iso indicado no filme que comprei). Ela também tem um fotometro que eu quase não conseguia enxergar no começo -é um tracinho que fica na lateral direita do viewfinder- quando ele está no meio a exposição da foto está ok; se ele está pra baixo, a foto está escura; se está muito pra cima, a foto vai ficar estourada. Hoje aproveitei o dia pra ler algumas coisas sobre essa câmera, além de tirar algumas fotos aqui em casa dos gatos. Vi esse vídeo no youtube que é bem rapidinho e prático pra explicar sobre o funcionamento da câmera (caso alguém se interesse) e esse aqui com algumas fotos lindas que foram tiradas com ela.

Comprei em uma loja na galeria 7 de Abril o filme Pro Image 100 da Kodak (um pra Rory e outro pra Trip 35, que ainda não tem nome ~personalizado) ele é o profissional mais baratinho que tinha na loja: 16 dilmas. Li na internet que ele é ótimo para retratos, pois as cores saem bem naturais - além de não ter muito ruído já que o ISO é baixo. Agora é fotografar e aguentar a ansiedade até acabarem as poses dos dois filmes para mandar revelar. Já passei em um lugar ali no centro (próximo do metrô Anhangabaú) pra saber sobre os valores: o filme de 36 poses com revelação + digitalização sai por R$ 20,00 (pensei que seria mais caro).


Enquanto eu mais uma vez tentava criar umas composições bonitinhas pras fotos (usando essas Gérberas lindas que comprei na quinta) o Charlie apareceu pra dar o ar da graça. Aproveitei pra tirar algumas fotos dele para o próximo post do days of summer, já que no último ele estava muito ocupado morrendo de preguiça e não quis sair em fotos. :p Por enquanto fiquem com essa fofura de gato aí:

Neneim da mamain [/alokadosgatos

Por hoje é isso :) quando revelar as fotos posto aqui o resultado (torcendo desde já pra sairem fotos legais, hahahha). Alguém aí ainda fotografa com analógica? Ou tem alguma servindo como decoração? Porque além de fotografar, também acho que elas ficam lindas como modelos <3

BEIJOS
© coffee & flowers POR KARINE BRITTO