days of summer #12

15.7.16

Nesse post sobre minha pentax k1000 eu dei um belo spoiler sobre como seria o próximo days of summer, o que eu não esperava é que ele fosse demorar tanto pra sair, haha. Pois bem, cá estamos. Ter gatinhos em casa é mais do que ganhar ronronadas, sair por aí cheia de pelos (ainda mais se você for gótica like me, com um guarda roupa cheio de roupas pretas) ou levar eventuais arranhadas. Dentro desse pack cheio de amor também estão inclusos outros itens (que podem variar a frequência conforme a personalidade do felino, obviamente), como: objetos que voam das prateleiras, a lei da gravidade nunca atuou tão bem nos meus porta-retratos; banhos e momentos ~íntimos com a privada nunca foram tão bem supervisionados - Charlie não pode me ver a caminho do banheiro que chega lá antes de mim (e aí: ou ele fica se esfregando nas minhas pernas, ou sobe no box e fica no camarote felino analisando meu banho); ao varrer a casa pode acontecer de um gato se agarrar na vassoura (pra ajudar nesse momento difícil que é ser dona de casa, obviamente); gavetas (e portas de armários em geral) abertas viram facilmente esconderijos secretos (e muitas vezes você pode deixar um gato preso, só se dando conta disso quando ele começa a fazer um escândalo); ser acordada com miados que mais parecem gritos pode ser algo frequente (principalmente se você dorme muito, até as 6 da manhã parece suficiente para o gato Charlie, inclusive aos finais de semana); e fotografar - qualquer coisa que não sejam os gatos - se torna a aventura mais interessante pra eles, que fazem questão de participar do cenário (mas caso a ideia seja SÓ tirar foto deles você pode acabar levando algumas patadas na cara)

Nesse dia os dois ficaram especialmente animados com a ideia de invadir minha cama, cheirar as flores e deitar em cima da Rory, então aproveitei pra fazer algumas fotos e filmar um pouquinho desse momento de curiosidade felina. O primeiro a chegar foi o Charlie (como sempre), que continua sendo o gato mais curioso, carente e faminto que eu conheço. Logo em seguida, Summer chegou pra ver o que estava rolando no quarto. Depois de ter gatos eu entendi muito bem a essência daquele ditado "a curiosidade matou o gato", esses bichos são curiosos DEMAIS! HAHA.

Esse post ia pro ar só na segunda-feira, mas achei que a internet merecia um pouco de fofura felina pra terminar essa semana que não está lá muito boa. O vídeozinho só tem só 44s de gatíneos (e estava editado aqui desde março!), espero que gostem. :)


BEIJOS!
© coffee & flowers POR KARINE BRITTO